segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Where the Wild Things Are,

em português, "O sítio das Coisas Selvagens", é o título de uma história infantil, de acordo com a wikipédia, criada pelo escritor e ilustrador americano Maurice Sendak. Está neste momento em exibição a sua adaptação para cinema.
Por sugestão do meu Reizinho, lá fomos nós assistir à saga do rapazinho de 5 anos que apanhou um castigo da mãe e foi para o quarto fantasiar sobre um mundo imaginário onde viviam os monstros-que-afinal-não-eram-assim-tão-monstros.
A história já não é nova e o livro já vendeu milhões de cópias por esse mundo fora. Quanto ao filme, não sei se venderá tanto, até porque a adaptação, (lá está, é uma adaptação), não é a obra literária.
O conteúdo é denso. Obriga-nos a reflectir sobre a relevância dos ensinamentos maternais e sobre o amor que pretendem transmitir-nos. Transmitir-nos, a nós, adultos. Às crianças? Faz-me duvidar se será um filme infantil, para um publico infantil. Contudo, se tivermos em conta a classificação... E mais uma vez haveria tanto para dizer...
 
Imagem do filme

4 comentários:

NUXA disse...

Ok! Este não coloco :D:D:D!

Conceição disse...

Olha, olha! Classificações! Já com a classificação do Avatar foi uma confusão. E isso de filmes "para crianças", é comum algumas histórias não serem para crianças. Eu conheço uns quantos. Se possível é melhor mesmo lerem os livros...
Bj.

memyselfandi disse...

CONCEIÇÃO, ora nem mais!
Jt.

memyselfandi disse...

NUXA, lol.