quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

"Li aquelas palavras, aqueles risos.
Li e senti-me encolher pequenina... pequenina.
Queria gritar que não é assim, não é.
Mas invés disso sinto uma dor no peito a crescer,
a crescer, a inundar-me.
A sentir-me pequenina."
 
(Fairy_morgaine)

8 comentários:

filipe disse...

Acho que todos nós algum dia na vida nos sentimos assim por alguma razão. Conselho de um tolo, não deixe que seja assim. Se se der a oportunidade, poderá sentir-se um gigante, nunca se sabe.
Parabéns pelo blog!

Conceição disse...

Concordo. É verdade que há situações ou pessoas que parece que nos ofuscam, não deixam ver a nossa "luz", não é? E que tal brilhares muito, muito, muito para que tudo em teu redor fique ofuscado? Bj GIGANTE!!!

valter disse...

Mas o que é que se passa? O que é esta .....? Ora, faxabore! Somos todos "grandes" e cabemos cá todos, ok? ;)
Bj aí!

memyselfandi disse...

FILIPE, seja bem vindo e obrigada pelas suas palavras!

memyselfandi disse...

CONCEIÇÃO, e como é que se faz isso?
Jt

memyselfandi disse...

VALTER, também não sei lá muito bem...
Jt.

Celeste disse...

eu não sei mais como hei-de voar...
livrar o pensar...porque não posso ser pequena tendo amigas como TU!

memyselfandi disse...

CELESTE, miga, sinto-me neste momento gigantesca! :) És um doce! O B R I G A D A!!!!